• tatigarbarz

Passeios em Caraíva

Junto com a pergunta de quais são os passeios em Caraíva vem a de quantos dias são necessários para conhecer tudo.


Para começar, Caraíva não é um lugar fácil para chegar.


A vila é um lugar para esquecer do tempo.


O melhor de Caraíva é se conectar ao lugar e relaxar.


As ruas são de areia, não há carros, não tem sinal de celular e a vila está longe do agito das cidades.


Tudo isso conspira para que você deixe as precauções do outro lado do rio.


Recomendamos pelo menos 5 dias.

Conhecendo Caraíva

Ecologicamente preservada, Caraíva é área de proteção ambiental e histórica. Patrimônio da Humanidade da UNESCO; Zona de Proteção Rigorosa do IPHAN; e Zona de entorno do Parque Nacional e Histórico de Monte Pascoal.


Então, a primeira coisa a fazer quando chegar é se conectar à natureza abundante do local.

Passar o dia entre o rio e o mar de Caraíva é uma das melhores coisas que você pode fazer.


A praia de Caraíva oferece quilômetros tranquilos de areia, com trechos para quem quer sossego de um lado e do outro, várias opções de bares de praia badalados.


A Praia da Barra é aonde o rio se encontra com o mar. Considerada uma das melhores praias do Brasil, e um dos cartões postais de Caraíva.


No fim do dia, não deixe de contemplar o pôr do sol, é magnífico.


Também reserve momentos para caminhar entre as ruas e conhecer a Igreja de São Sebastião de Caraíva, do século XVI, considerada uma das mais antigas do Brasil. E de fazer a foto clássica em frente a casinha “Sorria, você está em Caraíva”.


A noite, sair para jantar + Beco da Lua + forró é o combo.


Caraíva, com certeza, faz parte do roteiro dos forrozeiros. São duas casas: o Forró do Ouriço e o tradicional Forró do Pelé. Em nenhuma delas o forró começa cedo, chegue por volta de meia noite e meia. A bebida mais pedida? Netuno!

Praia do Satú

A Praia do Satú é um daqueles tesouros escondidos, com uma beleza natural sem tamanho.

Para chegar, você precisa pegar uma canoa na Praia da Barra, no encontro do rio com o mar. Após atravessar, caminhe 3 kms pela praia.


Escolha ir na maré baixa por três motivos: caminhar fica bem mais fácil, tem um trecho com pedras que parece largo, mas a maré cobre quando enche e porque a praia fica extremamente mais atraente.


Ela é composta de corais, formando piscinas naturais de águas cristalinas.


O local não tem muita estrutura, mas conta com o Satu Beach Club, que oferece sucos, ótimos drinks e porções. Perefeito para recuperar a energia antes da volta.


Cerca de 1 km a frente, você encontra duas lagoas. A primeira de água doce, com um paredão de onde é possível extrair argila natural para aplicar na pele.


Mais a frente, a segunda lagoa, que, dependendo do período do ano, “sangra”e se encontra com o mar.


Ao lado há uma falésia onde é possível subor e admirar o visual incrível do Satú.

Praia do Espelho

Para os mais aventureiros, após a Praia do Satú, mais 6 km caminhando, você chega a Praia do Espelho. Considerada uma das mais bonitas do Brasil.


Você também pode ir até lá com um passeio de lancha (cerca de R$150-R$200 por pessoa), que saí do centrinho de Caraíva, ou de carro.


Também com corais, a praia fica um espétáculo com a maré baixa. A cor da água varia de um verde estonteante à um azul tão claro, que parece um espelho.

Corumbau

Corumbau é outra praia paradísiaca, com mar calmo e azul. Situada em uma pequena vila de pescadores, já no municipio de Prado.


Nela está a famosa Ponta do Corumbau, faixa de areaia que se estende até 800 m mar adentro, ficando mais visível quando a maré está baixa.


Destino ideal para quem quer sossego (só não vá aos domingos).


O passeio é feito de buggy (cerca de R$100 por pessoa). Ao chegar na Aldeia Bugigão, você atravessa o Rio Corumbau de canoa, caminha um pouquinho e finalmente chega a esse paraíso escondido.


Corumbau oferece ótima culinária local, com várias opções de restaurantes. Recomendamos o Canal do Pampo, da Goinha, famosa pelo seu arroz de polvo.


Na volta, peça ao bugueiro para passar pela Prainha, cenário lindo para o pôr do sol.

Rio Caraíva e o passeio de boia

Quanto mais você sobre o rio e se afasta da vila, mais irá se supressender com a paisagem. O passeio pode ser feito de lancha e a primeira parada é a Prainha, a 3 km de Caraíva. Praia de rio que pode ser o início do passeio de bóia. O barqueiro te entrega a bóia e a maré (consulte) vai te levar de volta ao centro da Vila.


Opção de passeio divertido, para fazer com a família ou amigos, e relaxar nas águas calmas do rio.


Se subir o rio, passará pelo Busca Vida, bar que abre na alta temporada e, mais à frente, pela Areia Branca, onde o rio tem trechos mais fechados e é possível ver belas vitória-régias.

Reserva Pataxó Porto do Boi

Também de buggy ou barco, visite o Centro Cultural Porto do Boi, reserva indígena Pataxó, próxima do Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal.

Durante a vivência na tribo, você conhece os habitantes da aldeia, que contam sobre a vida em harmonia com a natureza, lendas e histórias da cultura pataxó, técnicas de artesanato, a aplicação do kuhuytú (rapé) e a pintura de pele.


Também irá assistir ao ritual Awê (na língua patxohã significa o amor, a união e a espiritualidade com a natureza), no qual são conduzidas rezas, cantos e danças típicas.


E ainda irá experimentar a culinária típica, como o peixe na folha da Patioba.


Nas primeiras noites de lua cheia, a reserva também recebe os turistas para o ritual em agradecimento à lua cheia.


Confira a lista completa do que fazer na vila e programar a sua viagem

0 visualização

Tati +55 11 99115-3566 (só WhatsApp) |  Nilson +55 11 976160571  | contato@auecaraiva.com.br 

Rua da Lagoa, 1890 - Caraíva – Bahia – Brasil

Política de Privacidade

  • Instagram - Black Circle